Quais as diferenças entre um data center físico e um virtual? | Tecmach - Soluções em Outsourcing

Quais as diferenças entre um data center físico e um virtual?

Quais as diferenças entre um data center físico e um virtual?

Já falamos muito dos benefícios da computação em nuvem aqui no Blog da Tecmach e apontamos mais de uma vez os benefícios da digitalização de documentos, processos e como isso pode fazer com que você e sua empresa foquem no que é realmente importante para o seu negócio.

Porém, mesmo com a transformação de informações físicas em virtuais, alguns empresários preferem manter seus data centerspróximos de seus negócios e, principalmente, perto de sua equipe de TI. Portanto, nada mais justo que avaliarmos em mais detalhes as diferenças entre um data center físico e um virtual.

Antes de mais nada, é importante deixar claro que mesmo um data center virtual possui uma sede física com computadores potentes armazenando e rodando diversos dados e processos. Tudo o que está na nuvem é armazenado fisicamente um algum lugar. O que muda é que tudo que é necessário para manter este armazenamento não é realizado pela empresa que paga o serviço.

Dito isso, uma empresa que resolve ter um data center físico precisa levar em conta se possui estrutura e um ambiente próprio de TI e comunicações para gerar, armazenar, projetar e monitorar os seus dados. Sem esquecer que isso tudo deve estar integrado à infraestrutura do negócio e com pessoas capacitadas para trabalhar e manter um data center. Uma estrutura mínima exige geradores, chaves de transferência, no-breaks e climatização. Todos esses fatores têm custos elevados e talvez seja a grande desvantagem de manter seu próprio data center.

Para quem prioriza o baixo custo, o data centervirtual é extremamente atrativo e, em tempos de crise econômica, a procura pelo serviço cresceu 51%. A computação em nuvem já é uma realidade e primeira opção de empresas pequenas, médias e grandes e, por isso mesmo, exige cuidados muitos distintos de quem possui um data centerlocal.

Apesar do aparente gasto menor, não podemos esquecer que custo-benefício sem qualidade é certeza de prejuízo mais adiante. Estamos lidando aqui com a terceirização do tráfego de informações sigilosas e qualquer interrupção ou vazamento pode trazer custos não só financeiros, mas até para a reputação da empresa em si.

Ou seja, um data center físico, apesar de ter um custo maior, traz mais controle sobre o que está armazenado e mais rapidez em momentos de crise. Portanto, antes de escolher qual tipo de serviço vai utilizar, avalie as necessidades de sua empresa, colha opiniões, pesquise custos e empresas e só então tome sua decisão.

E não se esqueça que a Tecmach alia qualidade, confiabilidade, eficiência e preço justo nos mais diversos serviços de TI. Entre em contato agora mesmo!

(Imagens: reprodução)

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário