Tecmach leva projeto de sustentabilidade à instituição do ABC | Tecmach - Soluções em Outsourcing

Tecmach leva projeto de sustentabilidade à instituição do ABC

Tecmach leva projeto de sustentabilidade à instituição do ABC


No próximo sábado (21), a Tecmach, referência em outsourcing de impressão, levará seu projeto de sustentabilidade à Casa dos Velhinhos Dona Adelaide, localizada em São Bernardo do Campo. Junto com os funcionários da empresa, os quase 40 moradores da instituição vão construir uma horta orgânica vertical.

O Projeto Terra Tecmach, que trabalha a sustentabilidade aliada à arte, cultura e educação, elegeu dentre as ações para este ano desenvolver trabalhos com o público idoso. Em 2017, parte das iniciativas esteve voltada às crianças, com a produção de brinquedos feitos a partir de resíduos descartados pela empresa, principalmente peças de impressoras.

Do chamado "lixo”, os colaboradores criaram brinquedos que tiram as crianças do universo tecnológico: jogo de dama, jogo de argola e um móbile. Além de estimular a reciclagem, o Projeto Terra Tecmach também contempla uma horta orgânica, mantida dentro da empresa.

"Buscamos promover a sustentabilidade de um jeito simples e capaz de envolver todos aqueles que acreditam na construção de um mundo melhor por meio de atitudes simples. O trabalho na Casa dos Velhinhos Dona Adelaide é um exemplo disso”, afirma Oswaldo Soares Junior, diretor geral da Tecmach.

A instituição, criada em 1985, atende pessoas idosas em situação de vulnerabilidade social e pessoal ou precariedade dos vínculos familiares. O reconhecido trabalho social de sua fundadora, dona Adelaide Faria de Graciano, no entanto, teve início bem antes da década de 80, junto com sua família.

Os idosos, ao lado de crianças e adolescentes, estão entre as principais vítimas de violência no Brasil. No ano passado, esse grupo representou 82,13% das denúncias feitas ao Ministério dos Direitos Humanos, segundo relatório do órgão.

De acordo com estudo do IBGE, o Brasil está se transformando num País idoso. O mapeamento mostra que, entre 2012 e 2017, a parcela de pessoas com 60 anos ou mais cresceu 18,8%. O país tem atualmente, a quinta população idosa no mundo e a previsão é que em 2030 o número de idosos por aqui deverá ultrapassar o total de crianças com idade entre zero e 14 anos.


Compartilhe essa página

Deixe seu comentário