Dimension Data aponta suas previsões para o setor de TI em 2017 | Tecmach - Soluções em Outsourcing

Dimension Data aponta suas previsões para o setor de TI em 2017

Dimension Data aponta suas previsões para o setor de TI em 2017

Uma das maiores fornecedoras mundiais de serviços na área de TI, a Dimension Data, publicou recentemente o que é esperado do cenário de TI para o ano que vem. A Tecmach, sempre acompanhando o que há de mais moderno na área, foi conferir e agora traz para seus leitores e clientes possíveis previsões para o setor de TI em 2017.

A digitalização cada vez maior de dados e processos crescerá ainda mais ao longo dos próximos 12 meses. Ettiene Reinecke, diretor de tecnologia da Dimension Data, acredita que a maior meta do setor digital deve ser a construção de modelos de negócios de fato focados em clientes de TI, envolvendo dados, aplicativos e estruturas, que apesar de serem locais ou em nuvem, crescerão mais no segundo item. Mais do que mera estratégia de negócios, as empresas devem pensar em termos de estratégia de negócios digitais.

A posse de dados e análise correta destes vai ser um elemento essencial nestas novas estratégias. Segundo Reinecke, estamos migrando para a Era dos Metadados e as empresas que não souberem trabalhar com eles já sairão em desvantagem em um mercado cada vez mais competitivo. Graças aos metadados, é possível extrair insights e padrões de comportamento, propor inteligências de negócios e tomar decisões muito mais embasadas.

Exatamente por isso, o controle de quem tem acesso a esses metadados está cada vez mais preciso e restrito. Estas informações passaram a ser consideradas vitais para as empresas e, com isso, muitas políticas de armazenamento em nuvem estão sendo revistas. Atualmente, alguns provedores analisam estas informações e vendem estes serviços, então teremos uma espécie de cabo-de-guerra vindo, com cada uma das partes querendo defender seus interesses.

Além disso, estas são outras tendências que a Dimension Data aponta:

  • A segurança digital será mais preditiva e não proativa, ou seja, vai passar a desenvolver métodos de segurança para possíveis cibercrimes que ainda serão inventados, invertendo a lógica atual de reação a ataques acontecem em seus softwares hardwares;
  • Uma nova geração de máquinas será incorporada às rotinas de trabalho com o uso crescente de holografia, realidade aumentada e até mesmo realidade virtual, trazendo grandes mudanças para a organização do ambiente de trabalho;
  • A chamada "Internet das Coisas” não só cumpriu sua promessa em relação a trazer dados para Big Data, como vai permitir a análise e geração de resultados em tempo real. Portanto, os investimentos nesta área serão massivos.

Sua empresa está preparada para as grandes previsões para o setor de TI para os próximos meses? Entre em contato com a Tecmach, conheça nossas soluções personalizadas e saia na frente!

(Imagens: Reprodução)

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário