A segurança de informações na web | Tecmach - Soluções em Outsourcing

A segurança de informações na web

A segurança de informações na web

Com o crescimento da digitalização de documentos, cada vez mais informações importantes para empresas estão na internet, seja através de data centers em suas sedes ou em serviços de armazenamento de dados e serviços em nuvem. Com isso, cresce também a atuação de cibercriminosos e a sua especialização.

Em fóruns da Deep Web (sites que não estão no banco de dados do Google e só podem ser acessados por quem possui seus endereços) já é relativamente comum a venda de pacotes de ferramentas e serviços de ação criminosa na web, o chamado Cibercrime como Serviço. Por mais que muitos destes serviços sejam pegadinhas para enganar curiosos incautos ou até mesmo armadilhas para atrair os verdadeiros hackers, alguns realmente oferecem ferramentas que permitem aos seus usuários criar seus próprios softwares maliciosos.

Por isso, é importante conhecer os tipos de softwares e práticas criminosas possíveis na web e como se prevenir deles.

Malware

O nome vem do termo em inglês malicious software (programa de computador nocivo ou malicioso) e se refere a programas que se infiltram em sistemas de computadores alheios de forma não permitida ou ilícita, com os mais diversos fins. Os mais comuns são causar danos no sistema e alteração ou roubo de dados.

As proteções mais comuns contra este tipo de ameaça são os antivírus e antispywares, que analisam programas novos em um sistema antes de executá-los.

Phishing

Também vem do inglês e é uma variação de fishing(pesca). É um tipo de fraude eletrônica que tenta obter dados pessoais ou empresariais diversos, como senhas e números de cartões pessoais ou corporativos. Normalmente o fraudador manda uma comunicação falsa via e-mail, telefone ou SMS, se passando por uma empresa ou órgão confiável e solicita estes dados. A pessoa acredita que a mensagem é real e os fornece.

Como a prevenção deste tipo de ataque depende quase que exclusivamente da maneira como o usuário usa a internet, é muito importante que seus funcionários sejam instruídos corretamente sobre os canais de comunicação da empresa.

SPAM

Apesar do termo SPAM poder significar Sending and Posting Advertisement in Mass (Enviar e Postar Publicidade em Massa), a versão mais aceita de sua origem vem de um quadro do grupo de humor inglês Monty Python, onde um tipo de carne suína enlatada chamada SPAM foi usada em uma esquete sobre mensagens não solicitadas. Apesar de SPAMs existirem em forma de telefones e mensagens instantâneas, sua forma mais comum é através de e-mails.

A prevenção ao SPAM é uma verdadeira guerra sem fim, pois ao mesmo tempo em que são desenvolvidas formas de prevenção, são criadas novas formas de envio.

Ransonware

Uma prática mais recente, o ransonware é um tipo de malware que trava o acesso ao computador, que só é liberado mediante o pagamento de um resgate, que pode ser um valor ou dinheiro ou serviço. Também podem ser detectados através de antivírus ou spywares.

Cada tipo de ataque exige medidas técnicas específicas, mas as medidas básicas ainda são válidas: treine seus funcionários e faça reciclagens constantes, sempre realize backups de seus arquivos e tenha uma abordagem de segurança com diversas camadas.

ATecmach possui as mais diversas e atualizadas técnicas e softwares para cuidar de suas informações digitalizadas. Entre em contato e consulte nossos serviços!

(Imagens: reprodução)

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário